25 de outubro de 2011

IFFA - Encontros Mensais para Jovens

Assumir a nossa missão na Igreja local, como Luiza Andaluz.



Seguimos Jesus Cristo numa radical confiança em Deus construindo a comunhão em Igreja como Maria, a Serva do Senhor.


Se te sintonizas com o carisma de Luiza Andaluz ou gostarias de o conhecer, junta-te ao sector juvenil desta familia e participa nos encontros mensais.

Encontros:
- 10 de Novembro pelas 21h no Largo de S.Mamede, nº1 (Lisboa)
- 12 de Novembro pelas 21h30 em S.Mamede de Ventosa (Torres Vedras)

email: pastoraljv@gmail.com ou tlm: 966 905 161

23 de outubro de 2011

Envio da Ir. Ana Maria a Angola

Como já tinha sido noticiado, no dia 22 de Outubro, uma "caravana" de Irmãs SNSF e jovens da Família Andaluz - a Susana e a Anastácia, juntamente com a Ir. Vera Maria da Silva (Mensageira do Amor Divino), dirigiu-se a Nespereira, terra da Ir. Ana Maria, onde decorreu a celebração do seu Envio a Angola.




Esta celebração foi precedida por um encontro de formação para jovens sobre a Missão, mas no qual toda a comunidade paroquial pôde participar. Este encontro baseou-se na Mensagem do Papa Bento XVI para o dia Mundial das Missões, celebrado nesse Domingo. Na Mensagem, o Papa lembra o compromisso que todos os batizados têm na evangelização dentro e fora da Igreja, segundo a vocação específica de cada um. A evangelização dirige-se a todos os povos: não só àqueles que ainda não conhecem o Senhor, mas também àqueles que tendo sido batizados, já não se reconhecem como parte integrante da Igreja. A evangelização implica quer o anúncio de Cristo, em palavras e obras, mas também a luta pela libertação integral do ser humano.




A Ir. Vera Maria enriqueceu quer o Encontro de Formação, quer a Celebração Eucarística, dando o seu testemunho como Missionária em Angola, onde se encontra há vinte e três anos (não consecutivos). Pelo seu testemunho, a comunidade tomou consciência da urgência da missão, que só no Amor de Jesus se compreende.





Na Eucaristia toda a comunidade paroquial rezou pelas missões, e de forma especial pela Irmã Ana.


19 de outubro de 2011

É o amor que faz jorrar a vida!

Numa esquina de Paris, uma mulher magra, imagem da tristeza, pedia esmola, sempre no mesmo lugar, como se fizesse parte da paisagem. Seu rosto era à prova de emoções. Fazia apenas um pequeno sinal aos que a ajudavam e não mostrava nenhum ressentimento pelos que passavam sem dar pela sua presença.

Certo dia, alguém lhe colocou na mão uma linda rosa. Era uma flor esplêndida. Os últimos raios de sol beijavam aquela flor.
Tomou a mão que lhe deu a rosa, beijou-a e foi-se embora, apertando a flor contra o peito. Durante uma semana não foi vista.

Oito dias depois, tornou a aparecer no local de sempre - novamente imóvel e de olhos cabisbaixos.

"De que tem vivido?" - quis saber uma jovem.
A mulher respondeu: "Da rosa".

(Adaptado de Vian, I. e Colombo, A. "Histórias de vida", Paulinas, 2010)

A ternura posta nesta oferta deu alento à mulher que lhe encheu a vida de "alimento", ao ponto de só uma semana depois, precisar de voltar a pedir...

Enchamos de amor as coisas simples do nosso dia a dia.
Luiza Andaluz dizia que não são precisas grandes ações para agradar Deus: o importante é o amor que pomos no que fazemos.

15 de outubro de 2011

15 de Outubro de 1923: início da vida fraterna (início da Congregação das SNSF)

A propósito desta data, em que as Irmãs SNSF celebram 88 anos de vida fraterna, vale a pena pedirmos ao Deus de Amor que nos ensine a amar como Ele nos ama:


Senhor, faz-nos capazes de amar assim: de nos aproximarmos dos irmãos e de olharmos com o Teu amor, de os ver como Tu mesmos os vês. Ensina-nos a sentir profundamente as necessidades dos outros.

Dá-nos um coração misericordioso, um coração como o Teu, que se enche de compaixão e de ternura para com todos.

Concede-nos o dom de amar com o Teu Amor.


Dá-nos um amor à tua medida.

Só Tu nos podes dar esse amor que socorre e ampara, que cura as feridas (e põe nelas "azeite" e "vinho" e tudo o que elas precisam...), que trata com carinho o que sofre, que levanta o que está caído, que o leva a um lugar onde descanse e de restabeleça, que cuida e protege, que se preocupa, que procura o melhor para o outro.


Ensina-nos esse amor paciente e corajoso, despojado e generoso, forte e humilde, alegre e sereno; esse amor que se esquece de si, "que não busca o seu próprio interesse" (1Cor 13, 5), mas que faz tudo pelo outro, que não descança enquanto ele não estiver bem; esse amor que move montanhas, que vai até ao fim, que não desiste, que não abandona. Dá-nos esse amor que não falha, que se faz presente, que está, que permanece.


Sabemos que és a fonte de todo o Amor e origem de toda a Vida.

Sabemos que só em Ti podemos amar.

Sabemos que só contigo podemos vier esse amor que sonhamos, esse amor que Tu sonhas para nós: "Permanecei no meu amor". (Jo 15, 9).

12 de outubro de 2011

FA Luxemburgo

No Sábado, dia 8 Outubro, foi fundado o grupo dos mais novos (crianças dos 7 aos 12 anos) no Luxemburgo.
Estavam presentes 5 crianças acompanhadas dos pais e 6 não puderam estar por terem outras actividades marcadas. É um grupo pequenino, "mas tudo o que nasce pequeno cresce" (R. Carneiro).
Vamos ter um ritmo quinzenal ao sábado das 15h às 16h. Coordena este grupo a Isabel Morim com a Cindy Mateus. A proposta é trabalhar o livro ANDA com o coração na LUZ.
O próximo encontro será a 22 de Outubro, sobre o Baptismo de Luiza Andaluz. Nesse dia será também escolhido o nome do grupo.

Ir Donzília, Luxemburgo

10 de outubro de 2011

Partilha de Voluntariado em Moçambique










Ana Úrsula, é estundante de Medicina no Porto. E partiu para Mavila, em Moçambique, fazer voluntariado. Nas próximas linhas, ela partilha a sua experiência.

"É difícil em poucas palavras descrever a experiência de um mês . Os dias foram todos muito intensos e todos os meus sentidos captavam o mais possível… Assimilei o cheiro, as cores, as palavras, a simpatia, o andar simples e feliz, todos os pormenores de uma vida tão diferente da nossa! A experiência como voluntaria, mesmo que de curta duração, é muito gratificante e a simplicidade da entrega é do mais maravilhoso! Vai-se sem expectativas e vem-se cheio delas. Vai-se de coração aberto para dar, e fica-se com a sensação que recebemos mais do que damos. De facto, muito mais que uma entrega é uma partilha… Ambos os lados partilham o que têm, e no fim, ficamos todos muito mais ricos…
Os dias eram passados entre a biblioteca, a escola, o posto médico, a maternidade e as comunidades. Tentava responder aos pedidos e às expectativas que a própria população criou… Estudei, para ajudar e entreguei-me aos costumes, à língua, no fundo à comunidade.
Ensinei a juntar letras, os números, a assinar o nome, expliquei matemática, ciências e tudo o estava ao meu alcance… Eles não sabem, mas ensinaram-me muito mais; ensinaram-me que a vida pode ser simplesmente simples e feliz, e que a beleza das coisas reside em pequenos gestos, num sorriso, numa troca de olhares, num aperto de mão ou numa simples entrega… Quando nos entregamos verdadeiramente o pouco que se faz, transforma-se numa imensidão, imensidão essa que recebemos na partilha!
Agradeço a toda a congregação a oportunidade, a hospitalidade e todos os ensinamentos. Ás Irmãs de Mavila e Maputo, bem como aos padres e à comunidade de Mavila agradeço do fundo do coração tudo aquilo que me ensinaram, tudo aquilo que partilhamos, descobri a “Mana Ana”, que veio comigo para Portugal e prometo nunca esquecer!"


Nabonga Kunene
Ana Úrsula Martins

O Grupo FAJ avança...


No dia 9 de Outubro de 2011, junto da Igreja de S. Mamede da Ventosa, reuniram o grupo de Jovens da FAJ, para iniciarem com os encontros do IFFA.

"Deus tem muito para nos dar e a nossa confiança agrada-Lhe."
(Luiza Andaluz)

8 de outubro de 2011

Eucaristia de Acção de Graças


Dez Anos Depois...No dia 2 de Outubro na Páróquia do Livramento, cada um teve oportunidade de se reconhecer como "Vinha do Senhor" e agradecer o dom da sua vocação.
No final permanecemos em alegre confraternização no salão paroquial.

Oração Vocacional



Dez Anos Depois...
No dia 1 de outubro os cristãos das paróquias de freiria e Livramente reuniram-se na Igreja Paroquial de S. Lucas Freiria para louvar a Deus pelo dom do chamamento.
Foi um momento propício para recordar que somos um Povo de Chamados

Encontro Geral de Animadores (Patriarcado de Lisboa)

No próximo dia 15 de Outubro, no Seminário dos Olivais, a partir das 10h, realizar-se-á o Encontro Geral de Animadores.

Será, à semelhança dos últimos anos, uma oportunidade para todos os animadores de Grupos de Jovens aprofundarem o tema da juventude para este ano, "Alegrai-vos sempre no Senhor" (Fl 4,4).

Haverá ainda um momento de entrega de diplomas a todos os que concluíram a Formação de Animadores no ano passado.

O almoço, como habitualmente, será partilhado.

6 de outubro de 2011

Acção de Graças


Senhor, tu és tudo

Senhor, tu és tudo, mais qualquer tesouro!
Tu és luminoso mais que todos os brilhantes!
Sim, porque:
Eu podia, como todos, agradar-te e ter alguém
Eu podia como tantos afirmar:
“Sou teu” e também dizer: “és minha, és meu”
Eu podia, como qualquer outra pessoa, ser escolhido e escolher.
Eu podia, como livre, decidir sem perguntar o teu querer
Eu podia, como justo, possuir e usar sem me obrigar a privações!
Mas
Eu quis dizer que sou de todos e teu
Eu quis afirmar que nada é meu,
Eu quis testemunhar que não me pertenço
Eu quis preferir a tua vontade ao meu querer
Eu quis ser por ti escolhido, sem escolher,
Eu quis optar pelo amor que me faz amar,
Eu quis entregar-me, dedicar-me, dar-me.
E agora vejo:
Que, ao dar-me, tantos partilham;
Que, ao pertencer-te muitos me possuem.
Que, ao seguir-te todos se libertam.
Que, ao escolher-te alguns me preferem,
Que ao separar-me, multidões me cercam;
Que estou só e alguém pensa em mim.
São meus/minhas e entrego-os a ti;
Vêm a mim e conduzo-os a ti;
Procuram-me a mim e encontram-te a ti;
Entregam-se a mim, e ficam livres para ti.
Em ti está o tesouro; por ti se volta o meu coração.
Senhor, por aqueles que me deste,
Mantém-me fiel, conserva-me feliz.

4 de outubro de 2011